Mel: o néctar da beleza e da boa saúde

O mel é antioxidante, antiinflamatório, cicatrizante e expectorante
Gostoso e benéfico, que tal? Rico em vitaminas A, C, D e E, o mel é considerado um dos alimentos mais ricos da natureza. Mais do que uma fonte de energia, ele nos deixa mais saudáveis e bonitas. A iguaria conta com propriedades antioxidantes, antiinflamatórias, antibacterianas, cicatrizantes, antifúngicas e expectorantes.

Além de ser infinitamente mais saudável do que o açúcar refinado, o mel também ajuda na digestão e na eliminação de toxinas, equilibra a flora intestinal, hidrata a pele e o cabelo, previne manchas, rugas e flacidez, fortalece o sistema imunológico e atua contra o envelhecimento precoce. 

Por essas e outras, o mel é uma ótima opção para adoçar bebidas de forma natural, podendo também ser usado em receitinhas caseiras ou em cosméticos enriquecidos com a substância.

Em casa, basta fazer uma pastinha de mel e açúcar refinado para ter um excelente esfoliante capaz de hidratar a pele. Basta espalhar a mistura delicadamente em movimentos circulares e deixá-la por uns 3 minutos na pele antes de enxaguar. 

Olhos e lábios desvitalizados ganham vida graças à misturinha de 1 colher de água com 1/2 colher de mel puro. Aplique nas pálpebras (inferiores e superiores), de dentro para fora. Passe nos lábios também, friccionando um no outro para ajudar a absorção. Em seguida, dê batidinhas com as pontas dos dedos para ativar a circulação. Deixe três minutos e enxague.

E que tal um saboroso e saudável parfait no café da manhã? Misture 2 colheres (sopa) de suco de laranja com um pote de iogurte natural desnatado. Numa xícara para sopa, faça uma camada de granola, coloque metade do iogurte e frutas picadinhas. Regue com 1 colher (sopa) de mel e acrescente castanhas de caju picadas. Repita as camadas com o restante dos ingredientes.

Fique de olho!

• Nem tudo é doce. Se ingerido em excesso, o mel pode desequilibrar a balança (uma colher se sopa de mel tem 62 calorias).

• O mel não deve ser consumido por grávidas, lactantes, pessoas com diabetes e crianças menores de 5 ano de idade.

• Na hora da compra, observe se o mel possui selo de pureza, informações sobre a procedência e selo do Serviço de Inspeção Federal (SIF) do Ministério da Agricultura.

Texto: Vanessa Cusumano