Mostrando postagens com marcador Make-up. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Make-up. Mostrar todas as postagens

Sobrancelhas sem falhas

Sombra marrom opaca é uma boa pedida para corrigir as falhas 
Você já aprendeu qual o traçado ideal para as suas sobrancelhas? Agora é hora de saber como dar um jeito nas falhas para valorizar ainda mais o seu olhar. 

E a primeira coisa que você precisa ter em mente é: por que essas falhas acontecem. Os principais motivos são três: genética, cicatriz e excesso de pinça. Em relação aos dois primeiros, você já sabe, não há como fugir. Porém, no último caso, retirar demais pode, e deve, ser evitado.

O ideal é não apostar em sobrancelhas muito finas e sim deixá-las mais grossas e limpas para um efeito natural. Retirar em excesso pode fazer o pêlo não nascer mais e as falhas aparecerem.

Para reverter o quadro, use lápis próprio para sobrancelha. Escureça a área com ele e esfume o local com uma escovinha. Para igualar o tom, aplique sombra marrom opaca nos fios e penteie com a escovinha. Nunca use sombra preta, pois o resultado ficará artificial.

Quem tem fios ralos ou muito clarinhos pode dispensar o lápis e investir no duo sombra marrom + escovinha, conforme explicamos no parágrafo anterior. Mas é importante pegar leve e não exagerar na quantidade de sombra, ok?

Hoje em dia, algumas marcas de cosméticos já contam com paletas de corretores próprios para as sobrancelhas. Eles se confundem com sombras e os tons variam do marrom mais clarinho ou mais escuro, podendo ser usados em conjunto ou separadamente. O truque é aplicar com um pincel chanfrado e esfumar bem depois. O efeito – praticamente o mesmo que você obtém usando sombra opaca – é ótimo e super natural.

Para finalizar, o rímel incolor é fundamental para deixar os pelinhos no lugar. Passe o rímel direcionando para cima, penteando os fios. Depois, acerte a direção deles de acordo com o formato da sua sobrancelha.

Texto: Vanessa Cusumano


Maquiagem: os 10 piores erros

Evitar os grandes erros na maquiagem garante um look impecável
A idéia principal da maquiagem é realçar ainda mais a beleza feminina, valorizando os pontos fortes do nosso rosto e escondendo os fracos. Algumas escorregadelas, no entanto, colocam tudo por água abaixo. Saiba quais são elas e como evitá-las!

1. Muito gloss
O gloss dá certo quando a gente passa só um pouquinho no centro dos lábios e espalha para o restante da boca, apenas para dar volume. Qualquer coisa além disso é perigoso: pode escorrer, o cabelo vai grudar e os homens irão reclamar na hora do beijo.

2. Sombra mal esfumada
Esfume bem a sombra aplicada para evitar blocos de cor sobre os olhos. Use um pincel com cerdas volumosas e vá suavizando os tons, especialmente os mais escuros, até que eles se mesclem num bonito dégradé, conferindo leveza e profundidade ao olhar.

3. Bronzer em excesso
O bronzer está aí para te deixar com um ar corado como se você tivesse sido beijada pelo sol – e não frita por ele. Fuja no visual cara de tijolo aplicando o bronzer delicadamente com um princel para pó bem grande e fofo. Gire o pincel sobre o bronzer, dê batidinhas para retirar o excesso de produto e aplique de leve nas áreas mais atingidas pelo sol (parte superior da testa, nariz e maçãs do rosto).

4. Blush demais
A idéia do blush é conferir um arzinho saudável e não te deixar com cara de quem levou uma chinelada na cara, né? Por isso, retire o excesso do produto acumulado no pincel antes de aplicar. Sorria e faça a aplicação na parte pronunciada das bochechas. Esfume bem, sempre fazendo movimentos de cima para baixo para dar uma aparência bem natural. Depois de aplicado, certifique-se de que o blush não esteja carregado. Caso tenha aplicado em excesso, esfume-o novamente (com um pincel limpo ou um chumaço de algodão) ou aplique um pouco de pó por cima.

5. Batom fora da boca
E aqui estamos falando de batom fora do contorno dos lábios e também nos dentes. O lápis labial serve para dar um acabamento perfeito ao batom (especialmente os vermelhos), e não para aumentar os lábios. O contorno, quando necessário, deve acompanhar a linha natural dos lábios e ser da mesma cor do batom. O lápis também ajuda a fixar o batom quando passado antes dele em todo o lábio. Evite o mico do batom no dente, retirando o excesso de batom da parte interna da boca. Uma dica é fazer biquinho fechando os lábios em torno do dedo puxando-o para fora. Pressionar um lenço de papel entre os lábios também dá certo.

6. Base, pó e corretivo mais claros ou escuros do que o tom da pele
A base deve ser do exato tom da sua pele para que você não fique artificialmente muito pálida ou muito morena. Para iluminar o rosto, o corretivo pode ser mais claro nas olheiras, mas apenas um único tom. O pó deve seguir o tom da sua pele ou ser translúcido, e é melhor ser aplicado na testa, no nariz e no queixo. Ah, e não exagere! Use sempre esses produtos em pouca quantidade – o mínimo necessário para uniformizar a pele.

7. Cílios empelotados
Para não terminar com o visual pata de aranha por causa do rímel empelotado, faça movimentos de ziguezague com o aplicador da máscara durante as passadas. E não demore muito tempo entre uma camada e outra. Se mesmo assim os cílios ficarem grudados e cheio de bolinhas, passe delicadamente um pente de sobrancelhas da metade dos cílios para as pontas ou penteie os fios com a escovinha limpa daquele seu rímel que já acabou.

8. Ressaltar o olho e a boca ao mesmo tempo
Escolha apenas um ponto do rosto para valorizar: olho ou boca. Se você decidir chamar a atenção para os olhos, faça uma boca discreta, e vice-versa. Também não é legal deixar a pele carregada, usando muita base e muito pó.

9. Pele craquelada
Não é horrível se deparar com aquele aspecto ressecado e a pele descamando sob a maquiagem? Para evitar isso, faça uma esfoliação semanalmente e, antes de começar a se maquiar, limpe bem a pele, tonifique e aplique um hidratante facial. Nos lábios, lance mão de um balm antes do batom, especialmente se ele for opaco.

10. Sobrancelha descaracterizada
Nunca desrespeite as linhas naturais das suas sobrancelhas. Também não as deixe marcadas demais. Use lápis próprio para sobrancelhas ou uma sombra marrom opaca no mesmo tom dos seus pêlos. Aplique com bastante suavidade e esfume para deixar o look natural.
 
Texto: Vanessa Cusumano


Maquiagem: com que cor eu vou?

A maquiagem certa ilumina o rosto e traz vida ao look
Acertar a cor da maquiagem é uma arte, e não é nada complicado! Com as cores certas, seu rosto fica iluminado e com um ar saudável, os olhos ficam mais brilhantes e vívidos, as tonalidades dos cabelos ganham destaque, a roupa veste melhor e você fica mais confiante. Por outro lado, errar o tom pode deixar a sua pele com aparência cansada, ressaltar olheiras, acentuar linhas de expressão e fazer parecer que os dentes estão amarelados.

Mas como saber quais as cores de maquiagem que combinam com você? A resposta está no seu tom de pele! É ele quem vai determinar quais cores funcionam melhor, iluminam e dão vida ao look, e quais derrubam e apagam o visual. Para isso, você vai precisar saber se a sua pele tem tom quente ou frio.

Quente ou frio?

Peles rosadas ou azuladas são classificadas como frias. Peles bronzeadas e amareladas geralmente são quentes. Para ter certeza, olhe a parte interna no seu braço sob a luz natural. Se as veias forem azuladas e você conseguir identificar pontos rosados e esverdeados na sua pele, você tem pele fria. Caso suas veias pareçam esverdeadas e você identifique tons amarelados, apessegados ou bronze, sua pele é considerada quente.


Peles frias
Combinam com: 
Tons de azul, roxo e rosa, verde-azulado, prata, preto e cinza

Olhos escuros nas cores castanho, azul, verde e acinzentado: vá fundo no branco, preto, rosa, roxo, verde-azulado, prata, vermelho-profundo e azul-marinho. Evite cores muito suaves e tons terrosos, bege, dourado e laranja

Olhos azul-claros e verde-claros: arrasam com tons pastel, azul-claro puxado para o acinzentado, rosa-queimado, lilás, lavanda, azul-celeste, prata, branco e amarelo desbotado. Evite tons terrosos e tonalidades muito intensas


Peles quentes

Combinam com: 
Tons de vermelho, amarelo, laranja, dourado, bege e marrom

Olhos claros: ficam bem com tons claros e brilhantes como dourado, amarelo, pêssego, verde-abacate, turquesa, coral, marfim e bege. Evite cores muito escuras e o branco

Olhos escuros: aposte no cobre, ouro-envelhecido, verde-folha, marrom-escuro, bege, laranja-queimado, oliva, vermelho-profundo e amarelo-queimado. Evite cores claras, tons pastel, preto e branco

Texto: Vanessa Cusumano


Fuja das ciladas na hora de comprar maquiagem

É preciso testar o produto antes de levá-lo para casa
Muito cuidado ao se deparar com os mostruários de maquiagem nas lojas. É preciso fazer o teste antes de levar o produto para casa. Porém, há o jeito certo de testar. Fazendo tudo direitinho, você corre menos risco de esquecer bases, blushs e cia. no fundo da gaveta. 

E atenção à iluminação! A luz da loja é bem diferente daquela que você vai encarar no dia-a-dia. Por isso, prove o produto e vá para casa ou dê uma volta, checando sempre o resultado no espelho em diferentes condições de iluminação. Só depois arremate o produto que se saiu melhor no teste.

Base
Testar no dorso da mão? Jamais! O ideal é testar a base no rosto ou no pescoço. Ela precisa ter o tom exato da sua pele e deve sumir nela. O objetivo é conseguir uma aparência homogênea e natural. Para o teste, aplique com pincel de base ou com o dedo.

Batom
Teste o batom nas pontas dos dedos. A cor que você obterá nos lábios será bem próxima disso. Esqueça as costas das mãos!

Blush
Testar blush nas costas das mãos? Correto! Mas aplique um pouco de base antes. Assim, a pigmentação ficará mais fiel, afinal você estará usando base no rosto quando passar o blush, certo? Use um pincel de blush na hora do teste.

Corretivo
O corretivo deve ser testado no rosto, sobre a marquinha que você quer esconder. Ela precisa sumir ou ficar bem discreta. Aplique com a ponta do dedo. .

Teste no pescoço, sobre um pouco de base e com o auxílio de um pincel próprio. O pó ideal tem o mesmo tom da sua pele e ficará imperceptível sobre a base certa.

Pó bronzeador
Como você fica depois de tomar sol durante uma semana? É essa a cor que seu bronzer deve ter. Se ele for muito escuro, ficará pesado e falso demais. A cor ideal te deixa com ar de saúde. Teste sobre um pouco de base. Para aplicar, vá de leve e use um pincel para pó. 

Sombra
Aplique a sombra no dorso da mão com a ajuda do pincel. Não use o dedo, pois o suor e a oleosidade alteram a coloração final. Para saber se a sombra acumulará nas dobras da pálpebra, passe um pouco no pulso e dobre-o algumas vezes.

Texto: Vanessa Cusumano


O rímel e suas escovinhas maravilhosas

Cada aplicador confere um resultado diferente aos cílios
Você sabia que o aplicador do seu rímel é o grande responsável pelo efeito final que seus cílios terão? Pois é! Mais do que o produto em si, é a escovinha que vai garantir o resultado desejado.

Cílios mais volumosos ou mais longos? E que tal mais volume e mais comprimento juntos? É aí que entram o formato da escovinha, o espaçamento entre as cerdas e o tamanho delas.

Mas, afinal, quais são os tipos de aplicadores e para que serve cada um deles? Descubra agora!

Aplicador de borracha
Por acumular bastante produto, esse aplicador é excelente para dar volume aos cílios.
 

 


Escovinha fina
Fininha, com cerdas curtas e separadinhas? Aposte nela para alongar os seus cílios!
 

 


Escova curvada
Ela se encaixa nos cílios como nenhuma outra escova e, com isso, garante pestanas curvadinhas. 


 


Aplicador em formato de cone
O formato é ideal para conseguirmos cílios volumosos, curvados e longos. Sem contar que a ponta fina da escovinha permite que a gente alcance os cantinhos difíceis.
 


Escova vibratória
Aqui a tecnologia nos brinda com cílios bem separadinhos e mais alongados.
 

 


Pente
Alonga, define e dá volume ao mesmo tempo.
 



 

Ouriço
Diferentes e práticas, a escovinhas em formato de ouriço permitem que todos os pelinhos recebam o rímel a partir de qualquer ângulo e sem borrões.


 
Mini
Os aplicadores pequenininhos são ideais para colorir os cílios inferiores, evitando borrões.
 



Cerdas em hélice
Esse aplicador define bastante os cílios, deixando-os bem encorpados.
 



Aplicador grande
Se você deseja cílios volumosos, aposte no aplicador grande com cerdas longas e mais juntinhas. Isso vai fazer com que mais produto se acumule na escovinha, ajudando seus cílios a engrossarem.
 

Gordinho
O aplicador de cerdas curtas, fechadas e grossas encorpa os cílios.
 



Escova irregular
Pestanas volumosas e mais longas são conseguidas com essa escova. O formato irregular dela alcança os cílios em diferentes posições.
 

Super dicas

• Sabe aquele rímel que você adora? Quando ele acabar, não jogue a escovinha dele fora! Limpe bem o aplicador para usá-lo com aquela máscara que você não curtiu muito, que está encostadinha em casa. Você terá um resultado fantástico! Faça o teste!

• Escovinhas retas podem ser entortadas num ângulo de 45 graus para facilitar a aplicação e evitar borrões. Isso funciona especialmente com os aplicadores maiores e mais longos.

• Experimente usar duas máscaras diferentes ao mesmo tempo. Aplique uma por cima da outra sem medo. Você pode ter uma ótima surpresa!

• Quanto mais juntas e menores as cerdas do aplicador, mais volume seus cílios ganham. Por outro lado, quanto mais longas e separadinhas elas forem, mais soltinhas, alongadas e definidas suas pestanas irão ficar.


Texto: Vanessa Cusumano


Todas as cores do corretivo

Há um corretivo certo para cobrir cada tipo de imperfeição

Responda se a seguinte situação é familiar: você sai em busca de um simples corretivo, se depara com a vendedora na perfumaria e não sabe o que dizer quando ela pergunta em alto e bom som qual cor você quer levar? Se a sua resposta à nossa pergunta foi sim, saiba que podemos te ajudar. E, o melhor, a compra é mais fácil do que parece.

Para começar, tenha em mente o famosíssimo círculo cromático (abaixo), super usado pelos profissionais que trabalham com cor. É ele que vai nortear a escolha do corretivo certo para você. O segredo é optar pela cor oposta ao tom da marquinha que você deseja cobrir. Dessa forma, é possível neutralizar olheiras, manchinhas, espinhas, hematomas e até tatuagens.

Círculo cromático: escolha o corretivo da cor oposta à da marca que você deseja cobrir, a fim de neutralizá-la

Vamos a um exemplo prático? Para disfarçar sua olheira, que deve ser azulada como na maioria das mulheres, basta optar pelo corretivo cor de pele puxado para o pêssego ou laranja. Agora, se a sua olheira for avermelhada, use um corretivo esverdeado. E não se engane: as olheiras nunca são apenas arroxeadas, ok? Ou elas são roxo-azuladas ou são roxo-avermelhadas, entendido?

Outro exemplo clássico é o do corretivo de cor verde, que neutraliza os tons vermelhos do rosto e, por isso, é muito usado nos casos de acne, vasinhos e rosácea.

Se a idéia é esconder um hematoma – que no começo costuma ser roxo –, use um corretivo amarelo. Como após alguns dias o machucado ficará amarelado, será hora de aplicar o corretivo roxo.

Mas atenção: o tom da nuance é fundamental, pois o corretivo quase sempre também é puxado para a cor de pele e, neste caso, você deverá escolher o bege exatamente na mesma altura de tom da sua pele. Assim, se você for bem clarinha, deve optar pelo bege claríssimo apessegado para cobrir olheiras azuladas, por exemplo. Na hora de comprar, teste o produto nos olhos. Se não ficar mais claro ou mais escuro, pode levar!

Porém, se o corretivo for essencialmente colorido (verde, vermelho, laranja ou amarelo, por exemplo), não deixe de usar um corretivo cor da pele por cima para garantir a cobertura ideal. Lembrando que, novamente, é preciso escolher o produto na cor exata da sua pele.

Agora você já sabe o que responder à vendedora da perfumaria, certo? Bom, se ainda bater a dúvida, leve para casa corretivos nas cores verde e laranja, que são as mais usada, coringas mesmo. Dificilmente, você sentirá falta das outras cores no seu dia-a-dia. 

Texto: Vanessa Cusumano


Tendência glitter: sem medo de brilhar

O glitter está mais do que liberado para festas e baladas
Há tempos que o glitter deixou de ser apenas um personagem carnavalesco e passou a integrar a maquiagem das mulheres decididas, que não têm medo de brilhar durante todo o ano. Forte tendência da moda, a make cheia de brilho chegou para ficar e está liberada para festas noturnas e baladas. Mas atenção: é preciso ter cuidado para não exagerar e ficar over. Quer saber como? Nós explicamos!

Tenha foco
Nada de sair aplicando glitter em tudo! Para não parecer que você está indo a um baile carnavalesco, o glitter deve usado como um detalhe, em um ou outro ponto do rosto, ou seja, no olho ou na boca. Lembrando da velha máxima para não errar: destaque apenas uma região e mantenha o resto discreto. Opte também por uma roupa sem brilho e um blush opaco.

Prepare-se
O glitter será usado na finalização da sua maquiagem. Por isso, é fundamental preparar a pele com corretivo, base e pó. Não se esqueça da sombra, do blush e do batom, independente da sua intenção. Caso os olhos sejam as estrelas do look, mantenha a boca nude, apenas hidratada, ou com um brilho sutil. Para fixar o glitter, escolha um gloss bem grudento.

Brilhe
Na hora de aplicar, seja no olho ou na boca, molhe o pincel chanfrado com água, retire o excesso e toque delicadamente as cerdas na embalagem do glitter. A aplicação é feita sempre depositando o glitter de pouquinho em pouquinho sobre uma camada de gloss e depois espalhando, até o resultado desejado. Nos olhos, coloque o glitter apenas na pálpebra móvel, sobre um pouco de gloss aplicado por cima da sombra.

Nem tão brilhante
Para um look mais discreto, faça um traço em cima e embaixo dos olhos com um delineador que já vem com glitter. Pronto, o brilho da maquiagem estará apenas nesses locais! Se preferir, substitua o delineador com glitter por um iluminador com brilho, que deve ser aplicado no canto de dentro dos olhos e no contorno inferior da sobrancelha. Neste caso, aplique uma camada bem delicada do glitter sobre a pálpebra móvel.

Dicas

• Opte pelo glitter próprio para maquiagem, que possui partículas fininhas e não machuca na hora da remoção, que deve ser feita com óleo demaquilante.

• Para remover o excesso de glitter que cai sobre o rosto durante a maquiagem, use fita crepe, encostando a parte adesiva onde for necessário.

• O glitter pode ser aplicado sobre sombras e batons de cores fortes ou por cima de tons discretos. A escolha é sua!

• Para quem tem pele clarinha, a sugestão é apostar no glitter de tons frios. Para as morenas, a dica é usar tons quentes, como dourado e vermelho.

• No inverno, experimente usar glitter de cores mais escuras, como azul marinho, roxo, verde escuro e preto.

• Se você for sair para dançar, evite usar muito glitter nos olhos, pois a maquiagem pode derreter, fazendo com que o brilho escorra. Neste caso, aposte na boca brilhante.

• O glitter pede uma pele perfeita e um cabelo minimal, como um rabo-de-cavalo bem feito ou um liso solto super clean.

Texto: Vanessa Cusumano


15 super truques de maquiagem

Truques infalíveis estão a serviço da maquiagem

Sem delongas, vamos direto ao ponto: a sua maquiagem! Sim, é sobre ela que vamos falar. Ou melhor, é ela quem vamos ajudar! Separamos 15 truques incríveis que tornarão sua maquiagem mais fácil, prática e bonita. Preparada para anotar e praticar? Então mãos à obra!

1. Hidrate o rosto, os olhos e os lábios antes de se maquiar. Isso faz com que a maquiagem dure mais e também garante uma pele saudável e luminosa, com uma aparência mais bonita.

2. O corretivo deve ser um ou dois tons mais claro do que a sua pele. Para cobrir as olheiras, escolha um tom rosado ou apessegado.

3. Ilumine o seu olhar aplicando corretivo naquele canto dos olhos que fica perto do nariz.

4. Pó solto aplicado levemente com pincel por cima do corretivo ajuda a fixar a maquiagem e evita que as linhas de expressão fiquem marcadas.

5. A base ideal tem exatamente a cor da sua pele e deve ser aplicada em pouca quantidade do centro do rosto para fora em pinceladas curtas e rápidas.

6. Antes de aplicar o blush, sopre o excesso de produto que ficou ou dê leves batidinhas no pincel.

7. Sabe aquelas áreas do rosto que ficam vermelhas quando você toma sol? É nelas que o bronzer deve ser aplicado. Para facilitar, aqui vão elas: testa, nariz, queixo e maçãs do rosto.

8. Apele para o pincel quando for aplicar um batom de cor forte ou de tom escuro. Só assim você terá precisão e garantirá uma boca impecável. E não se esqueça de passar o batom nos cantinhos da boca.

9. Para o batom ou o gloss durar mais, comece preenchendo toda a boca com lápis labial. O lápis também evita que a cor escorra. O ideal é aplicar dos cantos e do contorno para dentro.

10. Se as suas sobrancelhas têm falhas, puxe-as para cima com os dedos e use lápis de olho da cor dos seus pêlos para preencher os defeitinhos. Em seguida, passe por cima um pouquinho de sombra em pó também da cor da sua sobrancelha. É preciso deixar a mão bem leve nesses dois momentos.

11. Para evitar que a sombra se acumule nas linhas dos olhos com o passar do tempo, comece aplicando um pouco de pó facial levemente com um pincel em toda a pálpebra.

12. O curvex deve ser usado sempre antes do rímel sob pena de ter os fios quebrados.

13. Aplique sempre de duas a três camadas de rímel para um olhar mais bonito. Durante a aplicação, tente movimentar o aplicador para ir separando os cílios.

14. Se o batom de cor forte borrou, aplique corretivo por cima do borrado para apagar o estrago.

15. Para aplicar lápis de olhos sem erro, passe-o na raiz dos cílios sempre da parte externa dos olhos para dentro.

Texto: Vanessa Cusumano



Virou tendência: batom de cores fortes

Cores ousadas são as grandes apostas do momento

Preto, azul, verde, roxo, laranja e grafite; você já deve ter visto por aí bocas pintadas nessas cores, pelo menos nas badaladas revistas de moda.

Grandes apostas da atualidade, os batons marcantes prometem agora sacudir o cotidiano das mulheres comuns, apontam os fashionistas. Marcas consagradas, como Chanel e Bourjois, vêm abastecendo o mercado com novidades pra lá de ousadas.

E você, vai encarar? Então anote as dicas:

A escolha
Em primeiro lugar, leve em consideração a sua personalidade. Não force a barra, usando algo que não faz você se sentir bem e confortável. Se você quer e, sobretudo, gosta de causar impacto, as cores fortes são para você.

O tom
Se liga no contraste! Ele é o segredo para um look bem sucedido quando falamos em batons de cores fortes. Branquinhas podem apostar no preto e no pink, por exemplo. Morenas ficam lindas de rosa-pastel.

O equilíbrio
Boca forte pede maquiagem leve nos olhos e nas bochechas. Lembre-se que, neste caso, a estrela é o batom, só ele deve brilhar. O contrário também vale: olhos coloridos devem ser combinados com batom nude.

A luminosidade
Para dar uma iluminada nos lábios ao usar um batom mais fechado, como o preto, o grafite ou o berinjela, experimente aplicar um batom cintilante ou metálico por cima.

Escurecendo o look
Ao usar cores mais claras, como azul e verde, passe um pouquinho de batom preto por cima, apenas no centro dos lábios. Você aplica o preto fazendo um biquinho. Depois basta pressionar os lábios para os tons se misturarem sutilmente. Agora, se você fizer o gênero rocker, está liberada para aplicar apenas o batom preto em todo o lábio.

Unanimidades
Tons de laranja e vermelho caem bem em todas as mulheres. Mais abertos ou fechados, opacos ou brilhantes, eles são unanimidades. Em relação aos laranjas, eles são a cara do verão. Se a sua pele for branca, todos os tons estão liberados, inclusive o coral. Morenas devem apostar no laranja cremoso claro nos tons tangerina e mamão. Negras ficam ainda mais belas com o laranja opaco nos tons damasco e pêssego, mas devem evitar os cintilantes. 

Texto: Vanessa Cusumano



Desvendando o lip tint

O lip tint deixa os lábios naturalmente coloridos
Lábios naturalmente coloridos por muito tempo é o que você ganha ao lançar mão do lip tint. O produto é parente próximo do batom, com a diferença de conferir cor sem deixar nenhum tipo de resíduo ou textura. Sem cheiro e sem gosto, o lip tint dá aquele arzinho de saúde ao rosto. É como se a gente já tivesse nascido com os lábios coloridos.

Como o lip tint não tem nenhum poder de hidratação, há quem prefira usá-lo junto com o gloss ou com o balm. Ele também pode ser usado sozinho de duas formas: aplicando levemente com suaves batidinhas ou marcando bem os lábios. Nestes últimos casos, a sensação é como se não estivéssemos usando nada.

O lip tint aparece em diferentes apresentações, entre elas como canetinha, bastão, batom líquido em embalagens que lembram a de esmalte, latinhas ou naqueles recipientes de gloss. A maioria dos produtos disponíveis no mercado vem de fora, mas já existem marcas nacionais apostando na tinta para lábios que promete acabamento natural.

Quando usar o lip tint?

• Quando quiser deixar os lábios coloridos por bastante tempo

• Quando você quer um produto que não borre depois de aplicado

• Quando quiser colorir a boca e obter um aspecto natural

• Quando não quiser cintilância ou aquele efeito molhado de gloss

• Quando quiser cor sem que a boca fique melada ou cremosa

• Quando preferir lábios coloridos em tons próximos ao natural da boca

Texto: Vanessa Cusumano


Tudo o que um kit básico de maquiagem precisa ter

Alguns itens são indispensáveis para uma maquiagem bonita e versátil
O mercado da maquiagem é imenso e tem de tudo, para todos os gostos e bolsos. E se você está começando a se maquiar corre o sério risco de se perder em meio a tantas opções de produtos, cores e texturas.

Para dar uma ajudinha, preparamos uma lista de itens básicos que fazem bonito em qualquer ocasião e que, usados juntos ou separadamente, são garantia de sucesso.

Sem medo de errar, opte por produtos de qualidade, que não borrem, escorram, marquem ou saiam com facilidade. Como a lista é modesta, vale a pena investir em itens de primeira. Com o tempo, conforme você for pegando o jeito e tomando gosto, dê-se ao luxo de incluir novos apetrechos na sua caixinha de maquiagens.

• Pele •

Base no tom da sua pele:
será aplicada com o dedo (opte por uma base oil free se a sua pele for oleosa)
Corretivo no tom da pele: você vai aplicar com o dedo
Blush rosado opaco: pode ser usado de dia e à noite para garantir um ar de saúde
Pó solto translúcido: para garantir acabamento aveludado à pele sem adicionar cor (escolha um pó matificante se você tiver pele oleosa)

• Lábios •

Batom cor de boca: cai bem em qualquer ocasião
Gloss transparente: você pode usar sozinho ou sobre o batom

• Olhos •
Rímel preto:
o básico do básico
Lápis preto: para a linha d´água e para fazer as vezes de delineador, usar rente aos cílios inferiores e até de sombra, esfumando com um cotonete depois
Sombra bege: vai bem com tudo e pode ser usada na margem inferior da sobrancelha, para abrir o olhar, e no canto interno do olho junto com uma sombra mais escura na parte externa
Sombra marrom: super curinga que cai vai bem em qualquer ocasião e que você pode usar também para corrigir a sobrancelha, além de aplicar no canto externo e no côncavo, esfumar as pálpebras e usar rente aos cílios inferiores

Mais

Pincéis: para quem está começando, bastam um pincel para sombra, outro para blush, um para pó e um chanfrado para delinear os olhos. Vale ter ainda um velho e limpo aplicador de rímel, que você vai usar para pentear a sobrancelha.

Demaquilante: este item é indispensável. Você vai precisar dele para remover a maquiagem e ficar com a pele linda. Lembre-se: é fundamental limpar muito bem a pele para não sobrar nenhum vestígio dos produtos. 

Texto: Vanessa Cusumano


Batom: o nude perfeito

Existe um nude perfeito para cada tom de pele
O batom nude, ou cor de boca, veio mesmo para ficar. Ele cai bem em todos os biotipos e, por praticamente não contrastar com o tom da pele, é um verdadeiro curinga e vai muito bem tanto no dia-a-dia quanto em situações formais. 

O nude é tão versátil que sustenta com propriedade uma maquiagem leve e uma mais pesada, com olhos marcados. O segredo do sucesso é descobrir o tom de nude ideal para você.

E aqui não existe mágica: você vai ter que testar entre as opções indicadas para a cor da sua pele. E nos lábios! Não adianta provar na mão, já que a pele da boca é bem diferente e até mesmo a cor dos seus cabelos vai influenciar o resultado final.

Encontre o seu nude:

Pele branca bege como a da Angelina Jolie
O nude bege costuma dar super certo nesse tom de pele.

Pele branca rosada como a da Nicole Kidman
Batons puxados para o rosinha levemente aberto ou para o bege clarinho ficam ótimos na pele rosada.

Pele oriental como a da Lucy Liu
O caramelo claro fica perfeito na pele oriental.

Pele oliva como a da Salma Hayek
O rosa mais fechado, tipo malva, deixa os lábios das mulheres de pele oliva lindos.

Pele morena clara como a da Jennifer Lopes
Tons de caramelo caem super bem na pele morena.

Pele negra como a da Naomi Campbell
Batons puxados para o marrom ou o bronze ficam perfeitos na pele negra.


Fique de olho!


O velho truque de obter o nude apagando a boca com corretivo ou base e aplicando um pó translúcido por cima apaga mesmo o look! Se essa for sua intenção, saiba que o efeito só vai ficar legal se a sua pele for bem clarinha. Para levantar um pouco o visual, você pode aplicar, depois do pó, um batom clarinho puxado para o pêssego ou um gloss. 

Super dica!

Vale ir em busca do seu nude perfeito e tê-lo diferentes texturas, passando por batons mais opacos, cremosos, brilhantes, levemente cintilantes ou até pelo gloss com efeito molhado. Todos eles, desde que fiquem parecidos com a cor da sua boca e não te deixem muito apagada, ficam ótimos!  

Texto: Vanessa Cusumano


Bronzeado no inverno

A maquiagem certa pode simular um bronzeado super natural no inverno

No verão fazemos de tudo para proteger nossa pele do sol forte, mas, nos dias mais quentes, mesmo com bastante protetor solar, ficamos com um bronzeado que amamos e que nos dá um ar mais saudável.

No inverno também é possível conseguir esse bronzeado sem precisar ir à praia, ficar horas sob o sol, passar bronzeador ou gastar dinheiro com os bronzeamentos artificiais. Uma boa maquiagem pode dar um ar super natural, fazendo parecer que você acabou de sair da praia.

Acredite, a face faz uma diferença enorme no visual. "Eu costumo usar o blush tom chocolate ao invés do rosado. Além disso, sempre misturo dourado com marrom para dar um brilho e deixar a pele com aspecto verão", explica o maquiador Henrique Júnior, do salão Walter's Coiffeur.

Segundo Henrique, apesar do blush ser essencial, ele não é o único produto que consegue "bronzear" a pele nos dias de inverno. “São necessários produtos com tom dourado e chocolate, como bases e sombras, para fazer a diferença”, diz.

O maquiador lembra também que hoje existem alguns produtos prontos que já simulam tons de bronzeado. Eles levam o nome de bronzant, dão uma aparência super natural e, normalmente, são vendidos sob as formas de pó, gel ou creme.
 
Texto: VC


Primer, pra quê te quero?

O primer prepara a pele para a maquiagem e faz o look durar mais
Conhece? Já ouviu falar? Sabe o que é? Se a sua resposta foi um sonoro “não” para cada uma das perguntas, prepare-se: nós vamos te apresentar ao primer, este aclamado item de maquiagem ainda relativamente desconhecido em terras brasileiras.

Mas que raios é o primer então? Aqui vai uma dica: a indústria automotiva conhece o primer há tempos. É ele quem garante a aderência da tinta à lataria do carro. Sem o produto, a pintura do automóvel fica escorrida e lasca com o tempo.

Agora ficou fácil, certo? O princípio do primer cosmético e do automotivo é praticamente o mesmo. Em poucas palavras, podemos defini-lo como pré-pintura. No caso da maquiagem, ele é uma pré-base mesmo. Ele prepara a pele para a maquiagem que você vai usar.

O primer cosmético pode ser encontrado principalmente em creme, serum ou balm. Existem primers específicos para cada necessidade da pele. Há aqueles que contraem os poros, aqueles que diminuem a oleosidade, os que causam efeito tensor, outros que hidratam, os que uniformizam a pele e aqueles que escondem ruguinhas. Há primer para olhos e boca também. Nestes casos, a idéia é fazer a sombra, o rímel e o batom durarem mais.

Em comum, todos eles deixam a pele mais lisa, ajudam a fixar a make e saem com demaquilante. Ou seja, são pura maquiagem. Mas são uma mão na roda para obtermos um acabamento perfeito!


Como eu uso?
Você deve passar o primer conforme as indicações da embalagem. No geral, na face, ele vai depois do hidratante e antes de qualquer maquiagem. Um bom truque é passar o produto também por cima da make, para deixar sua pele com aspecto aveludado. Neste caso, você deve aplicá-lo com suaves batidinhas, sem esfregar. Se quiser, você pode usá-lo sozinho, sem passar base em seguida. O primer vai deixar sua pele mais uniforme e bonita.

O primer labial vai antes do batom. Já o primer para olhos deve ser usado antes da sombra ou do rímel - lembrando que há primers específicos para os cílios.


E custa caro?
A imensa maioria dos primers é importada. Por isso, a resposta para a pergunta acima é: depende do seu bolso, da sua necessidade e da sua pele. Há, por exemplo, primers nacionais potencializadores de sombra vendidos por R$ 16.

Se você não tem muito dinheiro e precisa de algo apenas para controlar o brilho da pele, aposte num fluido matificante. Este tipo de primer já começou a ser fabricado no Brasil e não custa muito em comparação com os importados (cerca de R$ 25).

Se o seu desejo é minimizar os poros, o investimento será mais alto: em torno de R$ 70. Aliás, este é o preço médio dos outros tipos de primer fabricados fora.

Contém 1g, O Boticário, Revlon, Clinique, M.A.C., Laura Mercier, Smashbox e Urban Decay são alguns fabricantes que contam com primers em sua linha de produção.
 
Texto: Vanessa Cusumano


Se liga na data!

Maquiagem vencida perde a eficácia e pode causar alergia na sua pele
Você sabia que os cosméticos com validade vencida perdem a eficácia e podem até causar alergias? Não raro, após o fim da vida útil, aquele produto incrível acaba contaminado até mesmo por bactérias. E quando falamos em itens de maquiagem, o cuidado deve ser redobrado, uma vez que a pele do rosto é super sensível.

Por isso, não se apegue! Terminado o prazo de validade, jogue o dito cujo no lixo! Porém, mesmo que o produto não tenha vencido, fique de olho na cor, na textura e no cheiro dele; qualquer alteração também é sinal de perigo. Neste caso, livre-se dele. Sua saúde e sua make agradecem.  

E nada de turbinar seu esmalte com produtos mirabolantes para recuperar a consistência cremosa ou pingar umas gotinhas de soro no seu rímel para ver se ele volta ao “normal”. Tudo isso adultera a composição original do produto, o que compromete a ação dele, e o contamina com bactérias nada bem-vindas.

O modo como você guarda seu produto também conta muito na hora de garantir a durabilidade dele até a data do vencimento. Leia a embalagem e siga as recomendações. Armazene-o ainda no recipiente inicial, com a tampa bem fechada e, se possível, dentro da caixinha original.

Importados

Produtos nacionais já saem da fábrica com a data de validade estampada na embalagem, segundo norma da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No entanto, os importados não. Lá fora, a regra é a seguinte: deve aparecer na embalagem a validade do produto após aberto. Como encontrá-la? Procure o desenho de um potinho com a tampa aberta. Dentro dele você vai encontrar o número de meses que o produto vai durar depois de aberto. 

E se a validade sumiu?

Muitas vezes acabamos jogando a caixinha do produto fora e, com ela, lá se vai a inscrição da validade. Outras vezes as informações desbotam. Seja qual for o motivo, se você não encontrar mais o vencimento do seu produto, siga as dicas para saber até quando usá-lo depois de aberto:

Base: a feita com água dura até um ano e a feita com óleo, 18 meses
Batom: dura até dois anos
Blush: dura dois anos
Corretivo: dura até um ano
Delineador: dura um ano
Esmalte: dura até um ano
Filtro solar: dura dois anos
Hidratante: dura um ano
Lápis para lábios: dura até dois anos
Lápis para olhos: dura dois anos
Pó facial: dura até dois anos
Rímel: dura seis meses
Sombra em pó: dura dois anos

Texto: Vanessa Cusumano


Olheiras, manchinhas e vasinhos? Corretivo neles!

O melhor corretivo para você respeita as características da sua pele
É unanimidade: uma boa maquiagem começa sempre pelo corretivo. Ele é capaz de suavizar ou esconder manchas de sol, espinhas, sardas, olheiras e aqueles micro-vasinhos que surgem perto do nariz.

Algumas bases já conseguem disfarçar as imperfeições, mas o corretivo deixa o look ainda primoroso e, de quebra, hidrata e protege a sua pele.

O melhor jeito de aplicá-lo é colocar bolinhas pequenas do produto no rosto e dar leves batidinhas nelas usando o dedo anelar, sem esfregar. Suavidade e delicadeza nessa hora são fundamentais para se obter uma make natural com um olhar descansado e uma pele uniforme.

Se você tiver muitas manchinhas, escolha algumas para cobrir totalmente e apenas amenize as outras. Com isso, você não corre o risco de parecer estar usando uma máscara.

Para não ficar com uma indesejável carinha de coala, evite usar corretivo muito mais claro que a sua pele na hora de disfarçar as olheiras. Um tom mais claro que a base já basta para corrigir e iluminar o olhar. O ideal mesmo é neutralizar essas manchas com o corretivo colorido.

Se a marca é azulada, escolha um corretivo puxado para o laranja ou rosa. Porém, se ela for avermelhada, opte pelo corretivo amarelado ou oliva. No entanto, se ela for esverdeada, vá de corretivo avermelhado. 

Mas afinal, corretivo antes ou depois da base? Aí é com você. Alguns maquiadores defendem que o corretivo seja usado antes da base. Outros aconselham usá-lo depois. Há ainda aqueles que recomendam produtos com dupla função; eles são base e corretivo ao mesmo tempo. Na dúvida, faça o teste e veja o que cai melhor em você.

Se você passar a base primeiro, tome cuidado para não removê-la quando aplicar o corretivo. E não dispense o pó facial para finalizar. Ele faz o corretivo durar mais tempo na sua pele.

Cremoso, líquido ou seco?

O corretivo cremoso é recomendado para a área dos olhos, linhas de expressão, sardas e micro-vasinhos. Ele evita que se formem rachaduras na sua make, especialmente nas dobrinhas da pele.

O líquido, por sua vez, atenua cicatrizes, sardas e regiões despigmentadas. Os mais densos são ideais para manchas claras. Os mais fluidos disfarçam bem as sardas. Para manchas escuras (gravidez, espinhas e sol), aposte no corretivo mais seco.

Lembrando sempre de nunca exagerar na aplicação e de escolher um produto oil-free se sua pele for oleosa. Neste caso, há opções no mercado com ação secativa e matificante.
 
Texto: Vanessa Cusumano


Pincel: para durar tem que lavar

A limpeza dos pincéis faz com que eles durem mais e protege a sua pele
Lavar os pincéis de maquiagem uma vez por mês deveria ser lei! Só a lavagem completa é capaz de remover completamente os resíduos dos produtos e garantir a durabilidade do seu pincel. O mesmo vale para as esponjas.

Além disso, a higienização correta evita que seus produtos preferidos sejam contaminados por bactérias que eventualmente podem se desenvolver no pincel e atacar a sua pele.

O procedimento é simples. Seus pincéis agradecem! E seu bolso também. Confira!

1. Molhe as cerdas na água corrente.

2. Coloque algumas gotinhas de xampu de bebê nas cerdas e vá fazendo movimentos circulares com elas na palma da sua mão.

3. Retire toda a espuma em água corrente.

4. Aperte as cerdas cuidadosamente para eliminar o excesso de água.

5. Deixe o pincel deitado sobre uma toalha limpa, enxuta e macia até secar (cerca de oito horas). Não use secador para acelerar a secagem, pois o ar (frio ou quente) pode danificar as cerdas.

6. Lave a sua esponja com sabonete neutro líquido, esfregando-a delicadamente. Enxágüe com bastante água. Em seguida, pressione a esponja molhada em uma toalha macia para retirar o excesso de água. Deixe secar sobre uma toalha seca.

Fique de olho

• Toda vez que usar seu pincel de boca, retire o que restou do batom com um lencinho de papel. 

• Se preferir, invista em um líquido próprio para lavar pincéis. Ele é importado e já é possível encontrá-lo em algumas lojas.

Texto: Vanessa Cusumano



Base: pele perfeita

A base certa tem a cor da sua pele e respeita a sua epiderme
Pele perfeita, lisa, homogênea e com ar de saudável; eis o resultado de uma base bem aplicada. Além de uniformizar a pele, o tão aclamado produto tem uma função fundamental: alicerçar a maquiagem.

É a base quem prepara a pele para receber as grandes estrelas do seu look: o blush, a sombra e o batom.  

O segredo está na escolha. Nessa hora, você precisar ter em mente o seu tipo de pele e que cobertura pretende obter. Só depois eleja o tom de base mais adequado para você. Ele deve ser idêntico ao da sua pele.

O jeito é testar no rosto mesmo, lá na loja, antes de comprar. Há uma base para cada mulher. Veja!


A aplicação

Com a pele super limpa e devidamente hidratada, espalhe a base no rosto, no pescoço e no colo. Mas não exagere na quantidade. Na hora de distribuir o produto de maneira uniforme, não se esqueça das orelhas e da nuca (se ela ficar em evidência). O ideal é distribuir a base sempre em movimentos circulares com uma esponja umedecida. Se você preferir espalhar com o dedo ou com o pincel, tome cuidado para que o look não fique marcado ou manchado. Comece espalhando o produto do centro do seu rosto para as laterais. Dê atenção especial ao nariz e à raiz do cabelo, para que a base não fique acumulada nestes locais.


Fique de olho

• Nunca deixe de usar protetor solar antes da maquiagem.

• Se você errou a mão e exagerou na base, aperte (sem esfregar) um lenço de papel no rosto durante alguns segundos.

• Olheiras e manchinhas ficam bem disfarçadas apenas com a ajuda do corretivo. Nada de passar uma camada espessa de base achando que ela vai cobrir totalmente essas imperfeições.

• Não aplique a base com muita força.

• Nunca tente mudar a cor da sua pele com o uso da base. Se você está bem branquinha, por exemplo, não pense em aplicar uma base mais escura para parecer bronzeada. O resultado vai ficar artificial.

• Se você tomou sol e pegou uma cor, mude o tom da sua antiga base. O contrário também é válido: se você comprou sua base em pleno verão, adquira outra para usar ao longo do inverno, afinal sua pele estará menos bronzeada nos meses frios.

• Algumas marcas permitem que você misture bases líquidas de tons diferentes para chegar à tonalidade exata da sua pele. Na dúvida, faça o teste com uma pequena quantidade de produto. 

Tipos de base

Base líquida: deixa a pele mais suave e natural por ser o tipo mais leve e fluido. Ideal para peles jovens. Pode ser aplicada com pincel, com os dedos ou com uma esponja bem macia, sempre do centro para as laterais do seu rosto. Distribua alguns pinguinhos na face, no colo e no pescoço e espalhe tudo uniformemente.

Base cremosa: disfarça bem rugas e manchas por ter uma cobertura um pouco mais pesada. Ideal para a pele madura. A aplicação da base cremosa é a mesma da versão líquida.

Base compacta: uniformiza bem a pele por ser a mais pesada de todas, por este motivo deve ser evitada por quem possui pele oleosa. Tem efeito de base e pó ao mesmo tempo. Deve ser aplicada com uma esponja macia e úmida ou com os dedos. Pode vir em bastão.

A melhor base para você

Pele oleosa: é fundamental que você escolha uma base leve, que não entupa os poros (não comedogênica) e que seja livre de óleo (oil-free). Esqueça as bases cremosas e compactas. Fique com as líquidas, especialmente as de efeito mate (seco).   

Pele seca: fuja daquele aspecto de pele empoeirada; use uma boa base líquida livre de óleo (oil-free). Evite as bases cremosas, uma vez que elas podem deixar sua pele com aparência rachada.

Pele normal ou mista: opte por bases líquidas ou compactas.

Texto: Vanessa Cusumano



Maquiagem definitiva: praticidade e perfeição

Olhos e lábios ganham contornos sutis com a micropigmentação
Acordar sempre maquiada e linda é o desejo de boa parte das mulheres. A maquiagem definitiva está aí para satisfazê-las, portanto!

Também conhecida como micropigmentação, a maquiagem permanente vem ganhando adeptas em busca de olhos delineados, sobrancelhas sem falhas e lábios discretamente contornados. O procedimento também é capaz de disfarçar cicatrizes e manchas de pele, além de corrigir auréolas mamárias.  

O preenchimento acontece com a ajuda de uma máquina que deposita pigmentos vegetais na camada superficial da pele. O desenho é feito de forma bem sutil com uma pequena agulha. Normalmente, o processo é indolor, mas pode ser usada uma pomada anestésica para evitar desconforto.

Todo o trabalho é feito de forma a se tornar harmonioso com os traços da mulher. Uma maquiagem definitiva bem feita não fica nada artificial e pode ser facilmente coberta por outros cosméticos, caso você queira fazer uma super make em casa para uma festa, por exemplo.

Logo após o procedimento, é recomendado evitar sol, vapor e piscina durante dez dias. Mulheres que têm diabetes, pressão alta e problemas cardíacos não podem se submeter à micropigmentação sem aprovação médica. O mesmo vale para as grávidas. 

O que pode ser feito

• Delineamento dos olhos
• Contorno dos lábios
• Preenchimento e correção de sobrancelhas
• Correção de aréola mamária
• Eliminação de manchas e cicatrizes

Durabilidade

A renovação celular e a descamação natural da pele vão expelindo os pigmentos com o tempo. A durabilidade da micropigmentação, portanto, varia de acordo com os hábitos e com a pele de cada mulher e pode chegar a seis anos.

O ideal é retocar o look a cada três anos. Quem toma muito sol e usa cremes à base de acido retinóico precisa refazer a maquiagem definitiva em menos tempo.
Se o resultado não ficou como o esperado, saiba que apenas o laser é capaz de remover os pigmentos. Mas leve em consideração que esse mesmo laser também vai eliminar os pêlos da região.

Custo

O preço médio da maquiagem definitiva é R$ 400* para sobrancelhas ou olhos ou boca.

*Valor cotado em maio de 2008

Texto: Vanessa Cusumano



Os segredos do delineador

Depois de um pouco de treino, você pode ter olhos ainda mais lindos
Aí está algo que aflige milhões de mulheres ávidas por um olhar marcante: o delineador. Difícil aprender a usá-lo? Sim, muito. Impossível? Não, nenhum um pouco! Basta treinar.

Arme-se de uma dose de paciência e uma outra maior ainda de vontade. Horas a fio em frente ao espelho e diversos tipos de produto testados depois, e você será capaz de fazer um look para maquiador nenhum botar defeito.

Para começar, escolha um tipo de delineador. Há diversos no mercado: à prova d´água, em caneta, mais líquido, mais consistente, com aplicador curto, longo e por aí vai. Normalmente, os que possuem pincel longo, fininho, rígido e de ponta porosa são menos complicados de passar. Mas isso não significa que os outros tipos são bichos de sete cabeças.

É tudo uma questão de treino. Aliás, é por meio dele que você vai descobrir as mil e uma formas de usar seu delineador: só nos cantos dos olhos, estilo gatinho, puxadinho, com o traçado mais fino, mais grosso. O jeito é treinar todas as possibilidades até definir aquela que cai melhor em você. De quebra, o treinamento vai te garantir, aos poucos, mãos firmes e traços precisos.

Uma dica bacana é não fazer o risco muito reto, para não deixar o olhar caído. Tente fazer um risquinho para cima bem no final do olho. Conforme se aproxima do canto externo, o traço fica discretamente mais grosso (ele é bem fininho na direção do nariz).

Para facilitar, passe o pincel quase por dentro da parte de cima do seu olho, rente à raiz dos cílios. E procure não esticar a pele na hora de passar o pincel. Nesta hora, levante o queixo, fazendo cara de metida. Se quiser deixar o visual mais discreto, esfume o traço com o dedo.

No final, olhe atentamente para o espelho e analise bem. Se um olho ficou diferente do outro, ou se os dois olhos ficaram um desastre, limpe e comece de novo, até acertar. Vá sem medo!

Texto: Vanessa Cusumano